Polícia estuda prisão da mãe da criança morta por espancamento

O caso do menino Yuri Yan Samudi Sherbat, de cinco anos, que morreu no último sábado (23), já foi entregue pela Polícia Civil à Justiça de Foz do Iguaçu. Yuri estava internado desde o último dia 15, quando foi flagrado por um policial militar apanhando do padrasto Fernando Dangeles (30). Enquanto estava no hospital, Yuri chegou a relatar as agressões do padrasto, que certa vez teria queimado as mãos do menino em uma churrasqueira.

Segundo a delegada do Núcleo de Proteção à Criança e ao Adolescente (Nucria) em Foz do Iguaçu, Mônica Ferracioli, o inquérito instaurado contra a mãe, Sandra Sherbaty (28), foi entregue à Justiça na sexta-feira (22). O flagrante foi lavrado na 6° SDP no domingo (16) e encaminhado ao Nucria. A polícia acredita que Sandra apoiava as agressões.

A delegada informou que além de marcas de agressões recentes, a criança também possuía marcas mais antigas. A polícia investiga se a criança estava sendo vítima de outras pessoas. “Testemunhas serão ouvidas para ter mais conhecimento sobre o caso, e ver a necessidade de pedido de prisão da mãe”, disse Mônica Ferracioli.

A polícia informa às pessoas que suspeitarem ou virem casos de maus-tratos à crianças e adolescentes, que denunciem pelos telefones Disque 100 ou 3524 0396 ou 197.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: