Motorista de van escolar é preso suspeito de estuprar 4 meninas no RS

Do G1 RS

Homem foi localizado no trabalho, em Ibirubá (Foto: Polícia Civil/Divulgação)Homem foi localizado no trabalho, em Ibirubá (Foto: Polícia Civil/Divulgação)

O motorista de uma van escolar, de 61 anos, foi preso preventivamente na tarde desta quarta-feira (17) suspeito de estuprar quatro meninas em Ibirubá, no Norte do Rio Grande do Sul. As vítimas têm entre 5 e 13 anos. Conforme a delegada responsável pelo caso, Diná Rosa Aroldi, os abusos ocorriam na volta para casa, após as aulas.

Duas meninas, de 6 e 8 anos, teriam sido abusadas quando ficavam sozinhas na van escolar com o homem. Já outras duas, de 5 e 13 anos, relataram que eram estupradas na frente de outras crianças, observa Diná. Em todas as situações elas eram colocadas no banco do carona, ao lado do motorista.

Enquanto dirigia, o homem passava as mãos nelas, explica a delegada. “Ele também as induzia a passar a mão nele e pedia beijos. Insinuava que queria manter relações sexuais. Mas elas não atendiam aos pedidos.” Diná observa ainda que havia uma questão de intimidade entre o motorista e as meninas, que o chamavam de “tio”.

Os casos ocorreram em 2014 e só foram denunciados por uma das vítimas em março de 2015. A polícia acredita que elas tenham sido abusadas por cerca de nove meses, até ocorrer a denúncia. Devido à repercussão do caso na cidade e a pressão das famílias, o homem teve que abandonar o serviço e vender a van escolar em abril de 2015.

A partir da denúncia de uma das crianças, a polícia conseguiu chegar às outras três. A delegada reconhece demora para prender o homem, mas observa que precisou esperar os laudos dos psicólogos que ouviram as jovens. “São fatos mais complicados, não se tem testemunhas. Temos que ter um jeito diferente de lidar, para não traumatizar mais a vítima.”

O homem vai responder por estupro de vulnerável, segundo a delegada. Ele foi preso no trabalho e, em seguida, levado para a delegacia, onde negou ter abusado das meninas. Logo depois ele seguiu para o Presídio de Espumoso.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: