Suspeito de estuprar criança estava com mesma roupa, diz delegado

O delegado Paulo Sérgio Lauretto, na Delegacia de Proteção à Criança ao Adolescente (Depca), afirmou que o adolescente de 17 anos, suspeito de estuprar a criança de 3 ano no último dia 12 de setembro foi encontrado em uma casa desocupada com as mesmas roupas do dia do crime.

Roupas da criança estavam sujas de terra quando foi encontrada (Foto: Reprodução TV Morena)Roupas da criança estavam sujas de terra quando  foi encontrada (Foto: Reprodução TV Morena)

“Ele estava usando os mesmos utensílios. O boné preto, as correntes, a própria mochila. Ao perceber que as evidências eram fortes contra ele, acabou admitindo”, afirmou o delegado. A polícia contou com a ajuda de moradores da região para localizar o suspeito.

O adolescente foi apreendido na tarde de domingo (20) em uma casa abandonada na região onde a menina foi estuprada. O delegado disse que ele confessou o crime e que estava sob efeito de entorpecente. Sobre o crime, o suspeito teria dito que “sentiu vontade de ficar com a menina”.

Segundo Lauretto, o adolescente vai responder por ato infracional análogo ao crime de estupro de vulnerável.

Entenda o caso
A menina de 3 anos foi estuprada no Parque Izabel Garden quando saiu de casa pela janela por achar que estava sozinha. A mãe tinha saído para trabalhar. Ela caminhava para casa da avó que fica em um bairro vizinho.

Segundo a polícia, a menina mora com a mãe e dois irmãos. É rotina da família a mãe sair para trabalhar às 4h, a criança ficar com os irmãos e eles a levarem para a casa da avó quando vão à escola.

No sábado, os irmãos não dormiram no mesmo quarto. A criança acordou, não viu eles e saiu. De acordo com a polícia, ela subiu em um sofá que fica próximo a uma janela, pulou e saiu de casa a procura dos meninos.

Depois de ser encontrada por vizinhos, andando na rua sozinha, suja e com sinais de violência, a vítima foi internada na Santa Casa e recebeu alta na noite de segunda-feira (14), segundo informações da assessoria de imprensa do hospital.

Exames constataram o estupro e câmeras de segurança de residências flagraram a menina andando na calçada às 5h49 (de MS). Não se sabe se o estupro aconteceu antes ou depois do flagrante das imagens.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: