Professora é afastada após menina levar mordidas pelo corpo em SC

Do G1 SC

Menina ficou com hematomas após agressão em creche de SC (Foto: Paulo Gomes de Lima/Divulgação)Menina ficou com hematomas após agressão em creche de SC (Foto: Família/Arquivo pessoal)

Uma menina de 2 anos foi mordida várias vezes em uma creche municipal de Xanxerê, no Oeste catarinense, na tarde de terça-feira (1º). A família registrou boletim de ocorrência e a Polícia Civil investiga o caso. A professora que tomava conta da turma será afastada, segundo a Secretaria Municipal de Educação.

“Ligaram da creche durante a tarde e quando cheguei para buscá-la, vi a menina naquele estado. Na creche disseram que ela foi mordida por outro coleguinha”, afirmou ao G1 o tio da criança. A menina apresentava hematomas nas costas, braços e nas mãos. “Só no rosto e nas pernas que não. O dedinho estava até sangrando”, disse ele.

Piscina de bolinhas
Ela teria sido agredida dentro da piscina de bolinhas da creche municipal que fica no bairro Matinho, por volta das 16h de terça. De acordo com o secretário de Educação de Xanxerê, Dionísio Kohl, câmeras de monitoramento mostraram que a professora responsável ficou afastada das crianças que estavam na piscina de bolinhas por aproximadamente 8 minutos, período em que ocorreu a agressão. As imagens não foram divulgadas.

Menina esteve no IGP de Xanxerê com a avó (Foto: Eveline Poncio/RBS TV)Menina esteve no IGP de Xanxerê com a avó  (Foto: Eveline Poncio/RBS TV)

“A negligência da professora é que a turma se dispersou em uma área integrada, que tem brinquedos, a piscina de bolinhas, gangorra. A professora estava mais próxima do parquinho”, explica o secretário de Educação, Dionísio Kohl. Ele não soube informar quantas crianças estavam dentro da piscina de bolinhas no momento da agressão.

Na tarde desta quarta-feira (2), a menina passou por exames de corpo de delito no Instituto Geral de Perícias de Xanxerê acompanhada da avó, que tem a guarda da criança.

“Ela está assustada, com medo. Não falou nada até agora. Perguntamos se foi o coleguinha, ela diz ‘é’, se foi a tia, ela diz ‘é'”, afirma o tio

Investigação
O boletim de ocorrência foi registrado ainda na tarde de terça na delegacia de Xanxerê pela família. Segundo o delegado responsável, Adilson Bressan, a investigação deve apontar de quem teria partido as agressões.

Na tarde desta quarta-feira (2) a criança passou por exame de corpo de delito.“O laudo médico é que vai determinar o tipo de agressão. Será aberto procedimento policial para investigar”, disse o delegado.

De acordo com o secretário de Educação, a professora foi afastada de suas funções por 60 dias, enquanto a assessoria jurídica da prefeitura investiga o caso. Outra profissional foi designada para substituir a professora durante o afastamento. Até a tarde desta quarta (2) a professora não havia sido ouvida pela prefeitura.

Na sala onde estuda a menina há 16 crianças, mas havia 12 no momento em que eles estavam na área coberta. “O que aconteceu é um fato isolado. Atendemos 3,7 mil crianças de ensino infantil e fundamental e nunca tivemos problemas”, afirma Kohl. Na creche são atendidas 92 crianças e trabalham, no total, 30 profissionais.

Garota de Xanxerê ficou assustada após mordidas, diz tio (Foto: Família/Arquivo pessoal)Garota de Xanxerê ficou assustada após mordidas, diz tio (Foto: Família/Arquivo pessoal)
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: