Mãe de bebê morto não consegue explicar porque guardou corpo na bolsa

Do R7

Médicos de Janaúba desconfiaram da históriaGoogle Street View

A mãe que levou um recém-nascido morto dentro de uma bolsa para o hospital não conseguiu explicar, em depoimento, por quê não procurou socorro quando entrou em trabalho de parto.

C.R.F., 22 anos, contou na delegacia que estava sozinha no quarto, durante a madrugada, e se assustou com a placenta. Ela afirmou que o bebê não chorou logo após o nascimento, resolveu limpá-lo no vestido e o colocou dentro da bolsa.

Ela negou que tivesse estrangulado a criança, mas o médico legista que atestou a morte constatou marcas de esganadura no recém-nascido.

A suspeita não contou nem para o companheiro que tinha dado à luz.

Durante a madrugada de 17 de julho, ele percebeu que a namorada teve contrações. Ele chamou uma ambulância, logo que o dia amanheceu, ao se deparar com uma mancha de sangue no banheiro. No entanto, o jovem afirmou à delegada Glênia Aquino que não sabia que já tinha ocorrido o nascimento.

A suspeita foi com a empregada doméstica para o Hospital Fundajan – Maternidade Sagrado Coração de Jesus e disse que sofreu um aborto. Como não se desgrudava da bolsa, os médicos desconfiaram da história,  convenceram-na a abrir a bolsa e descobriram o corpo.

O companheiro contou que sabia da gravidez, que queria ter o filho e que tinha certeza de que é o pai da criança.

Depois de receber alta, a jovem foi levada para o presídio de Janaúba, onde está à disposição da Justiça.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: