Arquivo mensal: janeiro 2015

Preso homem suspeito de estuprar a filha durante sete anos e ajudá-la a abortar

Do R7, com TV Record Brasília

 

Suspeito tem outros sete filhos com a mãe da vítimaReprodução/TV Record Brasília

Um homem de 40 anos suspeito de estuprar a filha durante sete anos foi preso nesta quinta-feira (29), em Águas Lindas de Goiás, cidade do Entorno do Distrito Federal. De acordo com a polícia, os abusos começaram quando a vítima tinha 12 anos.

A jovem, que atualmente tem 19 anos, diz ter feito um aborto com a ajuda do pai em 2013. Ela também teria tomado um abortivo no ano passado.

O suspeito negou os crimes e, segundo a vítima, a mãe da jovem sabia dos abusos. Ela já teria flagrado um dos estupros, mas teria sido ameaçada e não denunciou à polícia. O suspeito tem outros sete filhos com a mãe da vítima. De acordo com a polícia, a jovem de 19 anos teria sido a única a sofrer abusos pelo pai.

Pai é preso acusado de estuprar três filhas com síndrome de Down no interior da Bahia

Do R7

O caso ocorreu no município de Taperoá, localizado a 140 km da capital baianaReprodução/Facebook

Um pescador foi preso acusado de ter estuprado as três filhas, portadoras de síndrome de Down, em Taperoá, município localizado a 140 km de Salvador.

De acordo com informações da Delegacia Territorial, Benedito Nunes do Nascimento, de 59 anos, foi preso após uma das vítimas denunciar os estupros, que estavam acontecendo há cerca de dois anos, desde que a mãe das jovens morreu. As vítimas têm 19, 20 e 22 anos.

— Quem fez a denúncia foi a filha mais nova porque ela havia se interessado por um rapaz, e como o pescador não permitiu o relacionamento, a garota resolveu relatar os abusos.

A policia disse também que a filha mais velha chegou a negar os abusos, após ter desenvolvido a síndrome de Estolcomo, que ocorre quando uma pessoa submetida a um tempo prolongado de intimidação, passa a ter simpatia ou se apaixonar pelo agressor.

Uma das filhas chegou a ficar grávida do próprio pai, mas sofreu um aborto. O suspeito foi preso em flagrante e encaminhado para a carceragem do município. Na tarde de quinta-feira (29), o homem se matou dentro da delegacia.

Menina de 5 anos é estuprada por vizinho de 17 na zona rural de Vitória da Conquista

Do R7

Crime ocorreu no povoado de Simão, zona rural de Vitória da ConquistaReprodução/google Street View

Uma criança de cinco anos foi estuprada pelo vizinho, um adolescente de 17, no povoado de Simão, zona rural de Vitória da Conquista, sudoeste baiano. Segundo informações dos policiais da 78ª CIPM (Companhia Independente da Polícia Militar), que atenderam a ocorrência, quando chegaram ao local, o menor estava trancado em um quarto no fundo da casa.

— A população tentou linchá-lo, por isso a família o prendeu em um quarto.

Em depoimento em vídeo ao blog Elite Notícias, uma testemunha contou que a mãe da menina estava escovando os cabelos quando sentiu falta da criança. A vizinha se ofereceu para procurar a vítima pela vizinhança e flagrou a criança sendo abusada pelo adolescente em uma das casas. Ainda de acordo com a testemunha, ao perceber que ela estava entrando na casa, o menor se enrolou em uma coberta. A criança estava nua e ensanguentada.

A criança foi levada para um hospital da região para receber atendimento.

O adolescente foi encaminhado ao Disep (Distrito Integrado de Segurança Pública).

Polícia invade casa no ES e prende pai que espancava filho de 10 anos

Um homem foi preso por agredir o filho de 10 anos, nesta quarta-feira (21), em Cariacica, na Grande Vitória. Durante as agressões, o menino apanhou com chinelo que tinha um prego. Vizinhos ouviram os gritos da criança e chamaram a polícia. Os militares invadiram a casa e encontraram pai e filho dentro de um banheiro.

O garoto estava sem roupa, chorando, com várias lesões no corpo. O pai foi autuado por tortura e encaminhado ao Centro de Triagem de Viana. O suspeito negou ter torturado o filho e disse que estava apenas corrigindo.

A avô da criança relatou que o neto apanhou sem necessidade. “Meu neto está com marcas de cinto pelo corpo, apanhou sem necessidade. Não houve motivo para isso, foram as drogas e o álcool que fizeram isso com meu filho”, declarou o pai do suspeito, um aposentado de 62 anos.

A criança contou à polícia que estava em casa quando o pai começou a beber. Depois de ingerir as bebidas, o homem ficou nervoso e começou a gritar reclamando da ausência da família durante o tempo que ficou preso, xingou o filho com palavrões, pegou um cinto e o agrediu.

Avô da criança disse que o filho é usuário de drogas e álcool, espírito santo (Foto: Bernardo Coutinho/ A Gazeta)Avô da criança disse que filho é usuário de drogas  e álcool (Foto: Bernardo Coutinho/ A Gazeta)

O homem ficou detido por ter matado uma mulher a pedradas em 2005. Em novembro de 2014 ele foi solto e passou a cumprir o restante da pena em regime semi-aberto. O histórico de agressões do susepito é longo. De acordo com a família, só este ano ele foi detido duas vezes por agredir parentes.

O pai do suspeito disse que as visitas na prisão eram constantes. “O visitamos durante nove anos e ficamos presos junto com ele. Deixei de ir a igreja, de passear com meu neto para vê-lo na prisão. Tentei ajudá-lo de todas as formas, mas ele não larga o vício”, alegou o aposentado.

O menino apanhou com um cinto e foi ferido com um chinelo. Para a polícia, o garoto contou que o pai virou a parte do calçado que possuía um prego para machucá-lo ainda mais.

O avô disse que pai e filho estavam sozinhos no momento das agressões. “Meu outro filho chegou e pediu para ele parar de bater no meu neto. Quando eu cheguei a polícia já estava na minha casa. Meu neto me abraçou e disse: ‘Graças a Deus a polícia chegou vovô. Ele ia me bater mais’. Ele ficou com a orelha bem roxa, tem arranhões nas costas e lesões pelo corpo, principalmente no braço, rosto e costas”, contou o avô da criança.

  • Graças a Deus a polícia chegou vovô. Ele ia me bater mais” menino agredido

Os gritos da criança durante a tortura deixaram os vizinhos assustados. Com receio do que o pai estava fazendo com a criança, eles chamaram a polícia. Militares invadiram a casa e encontraram pai e filho dentro de um banheiro. O garoto estava sem roupa, chorando, com várias lesões no corpo.

A polícia contou que o suspeito estava alterado, tentou resistir à prisão e ameaçou os policiais.

Outro lado
O suspeito negou ter torturado o filho e disse que estava apenas corrigindo. “Ele saiu de casa de manhã e disse que ia brincar, mas só voltou às 15h. Quando eu perguntei porque ele não tinha ido almoçar , ele foi mal criado e me respondeu. Eu fiquei nervoso e dei um tapa no braço dele. Ele caiu na rua e se machucou e a polícia vem dizer que eu bati nele. Eu não o espanquei, meu filho está bem. Só corrigi”, explicou o pai da criança.

* Com colaboração de Iara Diniz, do Jornal A Gazeta.

Padrasto é preso suspeito de abusar de duas crianças em Gravataí (RS)

Do R7, com Rede Record

Padrasto foi preso no RS suspeito de estuprar duas crianças durante três anosReprodução/Rede Record

Um homem foi preso suspeito de abusar de dois enteados — uma menina de nove anos e um menino de seis anos — em Gravataí, cidade da região metropolitana de Porto Alegre (RS). Segundo a polícia, ele fazia isso há três anos e o caso só foi descoberto quando as crianças contaram a história para uma tia.

As crianças criaram coragem de contar à tia quando ficaram um tempo longe do padrasto. No dia da denúncia, a mãe delas estava no hospital dando à luz uma filha do suspeito. Quando soube o que acontecia, ela decidiu se afastar do companheiro.

O homem de 22 anos foi preso preventivamente. De acordo com a Polícia Civil, os resultados dos exames feitos nas duas crianças devem sair nos próximos dias. As vítimas estão com a mãe.

Homem coloca filho da namorada em secadora de roupas e deixa criança completamente queimada

Um homem que colocou um menino de dois anos de idade em uma secadora de roupas em funcionamento, se declarou culpado pela covardia.

Adam Morton, de 27 anos, estava cuidando do filho de sua namorada enquanto ela estava no trabalho quando o incidente ocorreu.

A mãe, de 24 anos, voltava do trabalho em New Hampshire, nos EUA, quando chegou a casa e encontrou o filho ferido. Ela então não perdeu tempo e correu para o hospital.

Médicos disseram que a vítima teve queimaduras de segundo grau e bolhas em seus braços, costas e pés.

Homem coloca filho da namorada em secadora de roupas e deixa criança completamente queimada

A polícia testou a máquina onde a criança foi colocada, descobrindo que o local podia atingir temperaturas de até 180 graus.

Oficiais ainda disseram que o abuso foi realizado enquanto outras crianças estavam na casa.

Adam será sentenciado em fevereiro, e os promotores estão recomendando uma pena de prisão de dois anos.

Fonte: Metro

Pai assassina as duas filhas em Curitiba e filma crime

Do R7, com informações do Estadão Conteúdo

Crime aconteceu em Pinhais na região metropolitana de CuritibaReprodução/Rede Record

Um crime bárbaro e que chocou os moradores do bairro de Vargem Grande em Pinhais, região metropolitana de Curitiba. Um pai matou as duas filhas, de 3 e 5 anos, e depois se enforcou. Uma parte da violência foi filmada.

Após os assassinatos, Gilson Luiz Scholles, 43 anos, se enforcou com uma corda. Ele próprio teria filmado a sua morte com a webcam do seu notebook. A polícia investiga se a morte das crianças aconteceu por enforcamento ou esganadura.

Segundo o titular da delegacia de Pinhais e responsável pelo caso, Fernando Zanoni, Gilson foi casado com a mãe das meninas por sete anos e estavam separados há um mês.

O delegado conta que agora fará o encaminhamento do computador e do celular do Gilson para a perícia. Ele pretende ouvir vizinhos e a mãe das meninas.

— Eu tenho certeza absoluta que a motivação foi a inconformidade dele com a separação… Se ele estava depressivo ou tomando medicamento, não tive contato, não posso dizer.

Um dos vizinhos foi quem viu Gilson enforcado e chamou a polícia por volta das 21h30 deste domingo (18).