Vitória da Conquista tem 8 estupros em 8 dias: ‘medo’, diz moradora

Do G1 BA com informações da TV Sudoeste

Oito casos de estupro foram registrados nos últimos oito dias no município de Vitória da Conquista, sudoeste da Bahia. Segundo a polícia, alguns crimes envolvem crianças e adolescentes.

Entre as vítimas está um menino de sete anos, que foi abordado por um homem quando estava a caminho da escola. O jovem foi levado para o fundo da escola e violentado.

Alguns estudantes contam que já viram o carro descrito pela vítima passar pela instituição de ensino algumas vezes. “Todo mundo fica olhando o carro passar aqui. Não dá para ver a pessoa. Os vidros são todos pretos”, descreve um dos alunos.

Já no bairro Lagoa das Flores, duas adolescentes foram estupradas no último final de semana. Outros dois casos aconteceram no bairro Vila América, quando uma mulher e um rapaz foram abordados por um homem, que saiu de dentro de uma horta comunitária.

As pessoas que moram nas proximidades do local reclamam da altura da mata e da iluminação precária. “Entra aí e se esconde. Na hora que passam, abordam e arrastam para dentro [do carro]. Não tem nenhuma iluminação aqui, nem próximo”, afirma o motorista Roberto Almeida.

Em nota, a Prefeitura de Vitória da Consquita informou que o bairro foi recentemente beneficiado por um mutirão de limpeza e de iluminação, e que as lâmpadas dos postes foram trocadas. O órgão orienta aos populares que realizem a denúncia sobre os terrenos para que os proprietários sejam notificados.

Outros três casos aconteceram nas proximidades de uma praça movimentada no centro de Vitória da Conquista.

‘Medo constante’
Alguns moradores contam que o número de casos deixa a população com receio. “O medo aqui está sendo constante. A gente não pode deixar mais nossas filhas virem da escola sozinhas, nem ir. Eu tenho mesmo uma filha que estuda pela manhã e às vezes não tenho como levantar cedo para ver ela saindo. É uma preocupação enorme”, reclama a costureia Vanessa Cardoso.

“Uma coisa muito horrível, que sofre a vítima e sofrem o pai, mãe e todos os familiares”, completa outro morador, que prefere não se identificar.

Segundo a Polícia Civil, os oito casos de estupro foram cometidos por cinco pessoas, sendo que três delas já foram identificadas. Um dos suspeitos foi preso na terça-feira (26) e identificado por uma das vítimas. Ele tinha um mandado de prisão em aberto por um estupro cometido há sete anos.

Em nota, a polícia informou que o patrulhamento foi reforçado nas áreas onde ocorreram os estupros. Contudo, a PM informou que há poucos detalhes sobre os suspeitos, o que dificulta a identificação.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: