Após abandono de 42 bebês, AM incentiva doação de recém-nascidos indesejados

Do R7

O TJ-AM (Tribunal de Justiça do Amazonas) organiza uma campanha para orientar gestantes e mães sobre o processo de doação de recém-nascidos indesejados. A medida foi tomada após o registro do abandono de 42 bebês nos últimos meses em Manaus, sendo que três em terreno baldio.

Para a assistente social Heloísa Guimarães, gerente de Serviço Social do Juizado da Infância e da Juventude Cível, falta informação para as mães.

— A maioria das mulheres que passa por uma gestação indesejada não precisa ficar arquitetando sobre como se livrar do filho. Tem mãe que deixa a criança na maternidade, na frente da casa de um estranho, na lixeira, ou seja, dão uma destinação que caracteriza crime. O que ela precisa ter em mente é que abandono é crime, a doação não.

A campanha está prevista para começar em junho deste ano. As atividades incluirão palestras em maternidades e escolas públicas, que já estão sendo agendadas. A intenção é disseminar que a melhor maneira da mãe evitar problemas, não apenas para ela, mas principalmente para a própria criança, é indicar, mesmo durante a gravidez, que deseja doar o filho após o nascimento.

— Nós vamos atender essa mãe em todos os momentos, o processo é rápido e fácil. Se for realmente o projeto dela não ter filhos, nós vamos acolher essa mãe e mostrar o caminho legal e não do crime de abandono.

As mães que não desejam ficar com os filhos podem procurar o Juizado da Infância e Juventude de qualquer cidade.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: