Mulher que afogou filha de um ano e meio seguindo as instruções do amante pode pegar 21 anos de prisão

Um tribunal de Oslo julga a partir desta segunda-feira (10) uma norueguesa acusada de ter afogado sua filha de um ano e meio seguindo as instruções de seu amante britânico através do MSN.

O tribunal julga Yasmin Chaudhry, de 28 anos, e seu amante de 35 anos, Ammaz Omer Qureshi, por ter provocado a morte da menina nascida de uma relação anterior.

Os dois se declararam inocentes. Assaltante tem infarto e morre durante roubo a banco Casal americano acusado de matar filha adotiva de fome espera veredicto no Catar Segundo os investigadores, às três da manhã do dia 3 de outubro de 2010, a menina interrompeu uma conversa dos dois acusados via vídeo do MSN.

A mãe, irritada, mergulhou a cabeça da filha duas vezes num balde de água, seguindo as instruções de Ammaz Omer Qureshi, em Londres. A menina perdeu a consciência e a mãe resolveu ligar para a emergência, alegando um acidente. A criança morreu no dia seguinte.

Segundo testemunhas, a criança sofria muitos maus-tratos da mãe, era espancada, torturada e obrigada a dormir no chão.

A mãe pode pegar 21 anos de prisão por homicídio e mais seis anos por maus-tratos.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: