Homem, após ser expulso da biblioteca, mata seus dois filhos apenas para descontar a raiva

Ashok Kalyanjee, de 52 anos, cumprirá pelo menos 21 anos de cadeia pela morte de seu filho Jay, de dois anos de idade, e Paulo, de seis.

Kalyanjee alegou que sofria de um transtorno mental, diagnosticado quando ele se declarou culpado no tribunal, há seis anos. Descobriram depois que o diagnóstico era falso e que ele só desejava diminuir sua pena por uma condição psicológica adversa, o que acabou levando os juízes a um erro de sentença.

O tribunal ouviu evidências de que um incidente de quando Kalyanjee foi expulso de uma biblioteca, duas semanas antes dos assassinatos, pode ter manipulado sua mente. O novo psiquiatra, Dr. Paul Myatt Carstairs, que examinou Kalyanjee cinco vezes afirma que ele era “sensível a repulsa” e tinha uma “tendência a guardar rancor “, mas o psiquiatra disse que não estava claro como transtorno de personalidade de Kalyanjee levou aos assassinatos.

“Se ele estava tão sobrecarregado de raiva sobre a forma como ele foi tratado pela biblioteca, ele poderia ter atacado a biblioteca. A minha opinião é de que ele cometeu o crime para causar o máximo sofrimento a sua ex-mulher.”, afirma Paul.

Se for confirmado o laudo médico atual, espera-se que no próximo mês Kalyanjee será julgado pela segunda vez. O homem matou os dois filhos dentro do carro e depois queimou seus corpos.

A ex-esposa, Giselle Ross, de 42 anos, disse: “Kalyanjee é uma covarde que nunca assumiu a responsabilidade por qualquer coisa em sua vida.”.

049

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: