Quatro crianças, com menos de quatro anos, são usadas como ‘aviõezinhos’ pelos pais

Uma denúncia anônima entregue ao Ministério Público Municipal de Mata Grande resultou na descoberta de quatro crianças, mantidas em condições sub-humanas, que estariam sendo utilizadas pelos próprios pais como aviõezinhos (atravessadores) de maconha, crack e cocaína.

Após receber a denúncia, o promotor Cláudio Teles acionou o delegado de Polícia Civil da cidade, Rodrigo Cavalcanti, que organizou uma operação de para tentar capturar os acusados.

Chegando à residência, localizada no bairro Mandacaru, os policiais encontraram a residência praticamente fechada e as quatro crianças com fome e sede. Os pais dos meninos, identificados como Lidiane Pereira Alves, 27, e David da Silva Santana, 22, teriam viajado para comprar mais droga, que seria revendida na região.

Na casa, os policiais encontraram, em uma parede falsa um revólver e 500 gramas de maconha. “A situação foi de tristeza quando entramos na casa e encontramos as crianças deitadas no chão. A filha mais velha acabou confessando que a mãe e o pai forçavam colocar a droga dentro da calçinha, tudo para comercializar no centro da cidade”, disse o chefe de operações de Mata Grande, Zé Lobinho.

O Conselho Tutelar foi acionado e transferiu, provisoriamente, a guarda das crianças para os avós, até uma determinação da justiça. A polícia confirmou que realizará buscas semelhantes na cidade. Os pais das crianças passam a ser foragidos da polícia e responderão pela posse ilegal de arma de fogo, tráfico de drogas, abandono e maus-tratos.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: