Homem é preso acusado de estuprar cinco crianças no DF

Gustavo Frasão, do R7

Todas as ocorrências foram registradas na 24ª DP (Setor “O”)Divulgação / PCDF

A polícia prendeu um homem acusado de abusar sexualmente de pelo menos cinco crianças em Ceilândia (DF). O homem sempre usava um casaco de couro como “uniforme” e abordava crianças com idades entre 8 e 12 anos.

O delegado responsável pelo caso, Marcelo Portela, explicou que o criminoso agia sempre da mesma forma. Ele usava um VW/Gol de cor prata e abordava as meninas na região do Incra. O suspeito foi preso na tarde desta terça-feira (12).

— Um detalhe bem peculiar dele é que sempre estava vestindo um casaco de couro quando cometia os crimes.

Nos últimos meses, várias ocorrências relatando situações idênticas de estupro e com as mesmas características do criminoso foram registradas na 24ª DP (Setor “O”), que começou a investigar os casos.

Durante algumas semanas, agentes monitoraram a área do Incra, onde os abusos aconteciam, e conseguiram identificar o suspeito no momento em que ele se preparava para agir novamente.

— De posse das informações e características repassadas pelas vítimas, conseguimos localizar o veículo com o autor e fizemos a prisão. Na delegacia, foi reconhecido por todas as menores.

O homem responderá por estupro de vulneráveis e poderá pegar, caso condenado, até 20 anos de prisão. Para o delegado, talvez existam outras vítimas que, por medo, não registraram ocorrência.

— Até agora são cinco casos confirmados, mas pode ser que apareçam mais.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: