‘Eu não sabia o que estava fazendo’, diz assassino de universitária encontrada morta na Ilha do Governador

A Divisão de Homicídios apresentou, nesta segunda-feira, Alcimar  Alves, de 44 anos, assassino confesso de Pâmela  Belarmino. Na delegacia, ele disse não saber o que fez:

– Não sei por que fiz isso, eu não sabia o que estava fazendo – disse.

O homem que cursava administração de empresas na Unisuam de Bonsucesso, Zona  Norte do Rio, com a jovem, admitiu  ter estrangulado a colega após ter sido rejeitado por ela.

Alcimar confessou o crime na manhã de ontem, após quatro horas de depoimento.  No sábado, a Justiça já havia decretado sua prisão temporária. Pâmela Belarmino  estava desaparecida desde a última sexta-feira. Ela foi encontrada morta no  sábado, na Praia da Ribeira, na Ilha do Governador.

Alcimar Alves confessou o crime
Alcimar Alves confessou o crime Foto: Thiago  Lontra / Extra

 

Em depoimento à DH, Alcimar disse que, após deixar o campus da universidade,  levou Pâmela a um apartamento e assediou a jovem. Após ser rejeitado,  estrangulou-a. Depois, o  homem pôs o corpo no porta-malas de seu carro e circulou pela cidade por cerca  de 3 horas, antes de abandoná-lo na Praia da Ribeira.

A polícia não informou a localização do apartamento onde o crime ocorreu.  Segundo agentes, o universitário, que é noivo, afirmou nunca ter se envolvido  amorosamente com Pâmela, mas estava interessado nela e pensou ser correspondido.  Ao ser rejeitado, ele ficou furioso. Alcimar também se contradisse quando foi  procurado por parentes da jovem.

Preso na dh Alcimar Alves 44 anos Assasino da universitaria pamela belarmino de 19 anos
Preso na dh Alcimar Alves 44 anos Assasino da universitaria pamela  belarmino de 19 anos Foto: Foto: Thiago Lontra  (EXTRA)

 

O acusado provocou revolta nas redes sociais por compartilhar uma foto da  jovem em seu perfil no Facebook, sábado, por volta das 8h, quando o corpo de  Pâmela já havia sido encontrado. Na postagem, dezenas de comentários pediam  justiça.

CI Exclusivo Rio de Janeiro (RJ) 13/10/2013 no Facebook, suspeito de assassinar universitária, Alcimar Alves compartilha foto da vítima.. Foto Reprodução de internet
CI Exclusivo Rio de Janeiro (RJ) 13/10/2013 no Facebook, suspeito de  assassinar universitária, Alcimar Alves compartilha foto da vítima.. Foto  Reprodução de internet Foto: Terceiro / Agência O  Globo

 

Pâmela foi sepultada ontem, no cemitério de Irajá, Zona Norte do Rio. No  enterro, o pai da jovem, o microempresário Luiz Cláudio Villas Boas, de 46 anos,  disse que a filha era assediada pelo suspeito:

— Ela contou para minha mulher que ele se insinuava para a minha filha. Mas a  Pâmela levava tudo na brincadeira. Tenho certeza que minha filha lutou antes de  morrer — disse o pai.

Leia mais: http://extra.globo.com/casos-de-policia/eu-nao-sabia-que-estava-fazendo-diz-assassino-de-universitaria-encontrada-morta-na-ilha-do-governador-10358164.html#ixzz2hilv7T23

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: