Criança de 7 anos tem intestino perfurado durante briga na Escola Municipal Gotinha do Saber

Foto: Reprodução/Record GoiásFoto: Reprodução/Record Goiás

Menino é hospitalizado após sofrer agressão de colega de apenas 8 anos

Nerópolis/Goiás Uma criança de 7 anos foi agredida por um colega na Escola Municipal Gotinha do Saber, na última segunda feira (23), em Nerópolis, a 36 km de Goiânia, e teve de ser hospitalizado na capital. Ele sofreu uma perfuração no intestino e teve que ser submetido a uma cirurgia. O menino está internado no Hospital Materno-Infantil, em Goiânia.

De acordo com o pai do garoto, Braz Alves da Silva, de 39 anos, o filho recebia agressões verbais na escola. No dia do incidente, a briga teria começado no transporte escolar e continuou dentro do colégio. Segundo Braz, o irmão do garoto que foi hospitalizado tentou separar a briga. Por ordem da funcionária que fica na portaria, o irmão deixou o menino próximo dela. Foi então o momento em que o agressor, de 8 anos, deu um chute no estômago da criança.

O menino foi para a casa, e revelou a agressão aos pais. Com muitas dores, ele foi levado para o hospital da cidade e medicado. Como as dores não melhoravam, os pais voltaram com a criança para o Hospital, lá fizeram a transferência do menino para Goiânia. Segundo a direção da escola, os meninos trocaram socos e pontapés e foram separadas pelos funcionários. A coordenadora do colégio disse que avisou os pais logo depois da briga, assim que percebeu que o menino passava mal.

A diretora negou a existência de agressões psicológicas entre os alunos, e afirmou que não procurou a Secretaria de Educação ou o Conselho Tutelar por achar o fato corriqueiro. O secretário de Educação e o Conselho só tomaram conhecimento do fato nesta quarta-feira (25) pela imprensa. O pai da criança, Braz Alves, disse que já solicitou a transferência dos filhos para outra escola. O caso está sendo registrado na delegacia de Nerópolis.

Saidinha de banco: Três pessoas são presas após tentativa de roubo a clientes de banco
Três pessoas foram presas após tentativa de roubo aos usuários de um banco na 5ª Avenida, no Setor Leste Vila Nova, em Goiânia. Edna Soares da Silva, de 31 anos, Juciley Pereira Souza, de 37 anos e Márcio Vilela Assunção, de 27 anos, abordavam as vítimas na saída da instituição. A quadrilha é especializada nas chamadas saidinhas de banco.

De acordo com a Polícia Militar, a mulher foi flagrada no interior da agência bancária como olheira, do lado de fora estava Juciley Pereira e Márcio Vilela que abordariam as pessoas escolhidas por Edna Soares. Com a chegada da PM o crime foi evitado. Todos os suspeitos têm passagem na polícia por roubo. Os três foram encaminhados para o 9º DP de Goiânia

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: