Família processa hospital nos EUA por cortar dedo de bebê de 3 meses

Selena teve o dedo cortado quando tinha 3 meses 
Selena teve o dedo cortado quando tinha 3 meses Foto: Reprodução
 
A família de uma menina de 8 meses está processando uma enfermeira e o hospital Heart of Florida Regional Medical Center, na cidade de Haines, na Flórida, depois que o dedo do bebê foi cortado.

Veronica Olguin, de 15 anos, levou a pequena Selena ao hospital para tratar a febre alta e bronquite. A menina, com 3 meses na época, foi liberada depois de três dias internada. A mãe sentou o bebê no colo, para que a enfermeira Emily Anna Stutz tirasse a atadura do dedinho dela. Mas a enfermeira acabou cortando errado o curativo e decepou o dedo da mão esquerda da criança.

– Havia sangue esguichando em todos os lugares. Eu segurei a cabeça dela perto do meu peito… ela estava vermelha, gritando. Eu olhei para a mão dela e não tinha mais o dedo. Eu comecei a gritar – relembrou Veronica.

A mãe de menina está processando o hospital
A mãe de menina está processando o hospital Foto: Reprodução

Segundo a mãe, a enfermeira entrou em pânico, atirou a tesoura no chão e começou a gritar por outros médicos, que entraram no quarto e recolheram o dedo da menina. Selena foi levada a um hospital na cidade de Tampa, Flórida, mas os médicos não conseguiram reimplantar o dedo, porque as terminações nervosas ainda eram muito pequenas.

– Eu acordo chorando toda noite, porque sonho com o que aconteceu. Tudo volta a minha cabeça de novo – contou a mãe, em entrevista nesta quarta-feira.

O advogado da família, Luzardo Pendas, disse que o hospital e a enfermeira serão processados por danos emocionais, psicológicos, e possíveis problemas de desenvolvimento que Selena possa apresentar. Segundo ele, o hospital não se manifestou em relação ao caso, mesmo depois de tentativas de contato, por isso a família decidiu tomar as medidas legais agora.

A menina ficou sem o dedo
A menina ficou sem o dedo

– Esperamos que, com os procedimentos corretos, essas coisas parem de acontecer – disse o advogado.

O Heart of Florida Regional Medical Center liberou um comunicado. O hospital disse que o caso era lamentável e que a enfermeira acusada é uma profissional experiente. De acordo com o documento, a instituição garante que entrou em contato com a família, mas eles não haviam chegado a um acordo.

Leia mais: http://extra.globo.com/noticias/mundo/familia-processa-hospital-nos-eua-por-cortar-dedo-de-bebe-de-3-meses-4437494.html#ixzz2XG37x0rQ

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: