Secretaria descarta erro médico no caso do bebê que caiu ao nascer

Do G1 GO, com informações da TV Anhanguera

 
 

Para a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) de Goiânia, não houve erro médico no atendimento à mulher de 34 anos que deu à luz na recepção da Maternidade Nascer Cidadão, no último dia 11. A criança caiu no chão ao nascer. “Não foi constatada nenhuma irregularidade, imprudência, imperícia ou negligência por parte da equipe médica que atendeu a paciente”, defende a secretaria.

O resultado parcial da sindicância aponta que houve uma “falha administrativa” e, por isso, a diretoria da unidade de saúde foi trocada. De acordo com o documento, os funcionários do hospital deveriam ter acompanhado a mulher. Ela tinha de ter ficado em repouso na sala de observação. “Ela deveria ter sido examinada, como foi examinada, e ficado em repouso até a saída dela para outro hospital para ter o bebê. Isso não aconteceu e isso faz parte de um fluxo administrativo da unidade”, declarou Sandro Rodrigues, diretor de Atenção à Saúde da SMS. 

A secretaria informou ainda que, com a mudança na área administrativa, pretende dar uma “cara nova” para o hospital.

“A gente tem que aproveitar esse fato como oportunidade. Trabalhar tanto na parte técnica quanto na administrativa para as duas trabalharem de forma conjunta para a gente melhorar os resultados da maternidade”, afirmou o diretor Sandro Rodrigues.

Vídeo
Imagens gravadas por celular mostram o momento em que a mulher deu à luz, sem ajuda médica, na recepção da maternidade e o bebê caiu logo ao nascer. Sofia, como foi registrada, nasceu com 47 centímetros, pesando 2,270 quilos.

Mãe e filha receberam alta no último dia 14. A mulher saiu da maternidade durante a manhã, sem a menina, que dependia do resultado de exames para ser liberada. Como os testes ficaram prontos, a recém-nascida saiu da unidade de saúde à tarde. Segundo a assessoria da SMS, ela não apresentou nenhum problema e foi liberada.

Mulher dá à luz na recepção da maternidade e bebê cai no chão, em Goiânia, Goiás (Foto: Reprodução/ TV Anhanguera)Médico pega bebê que caiu no chão ao nascer
(Foto: Reprodução/ TV Anhanguera)

Investigação
Além da sindicância da Secretaria Municipal de Saúde, a conduta da equipe que estava de plantão no momento em que a mulher deu à luz é investigada por outros órgãos. O Conselho Regional de Medicina de Goiás (Cremego) abriu uma sindicância, na quinta-feira (13), para apurar se houve falha médica no atendimento à paciente. No mesmo dia, o  Conselho  Regional  de Enfermagem de Goiás informou que também estava apurando a atitude dos enfermeiros.

A presidente da Sociedade Goiana de Ginecologia e Obstetrícia, Zelma Bernardes, acredita que não houve negligência, pois a gestante não teria passado informações corretas à médica. “Quantos partos, quantos abortamentos essa mulher tem, essas informação têm que ser dadas da forma correta para que o profissional possa lhe assistir da forma correta e melhor”, declarou.

Quanto ao fato da ginecologista ter atendido a mulher e a mandado de volta a recepção,  Zelma Bernandes explica que é um procedimento comum. “Habitualmente, na maternidade, temos conduta de permitir que a paciente possa caminhar pelos corredores, que isso facilita a evolução do trabalho de parto”, defendeu.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: