Mãe deixa filho de 7 anos trancado em casa no Rio durante quatro dias

Do G1 Rio

Um menino de 7 anos foi deixado trancado em casa pela mãe, em Rio das Pedras, Jacarepaguá, Zona Oeste do Rio, durante os quatro dias do feriado de Corpus Christi. Cleidiana Maria Cardiais da Silva, de 33 anos, foi visitar a namorada em Quintino, no Subúrbio do Rio, e deixou a criança sozinha e sem comida. Os vizinhos deram lanche para o garoto pelas grades de ferro do imóvel.
Polícia resgata criança de 7 anos que estava trancada em casa no Rio. (Foto: Polícia Civil/Divulgação)Polícia resgata criança de 7 anos que estava trancada em casa no Rio. (Foto: Polícia Civil/Divulgação)

De acordo com a polícia, Cleidiana saiu de casa na quinta-feira (30) ao meio-dia e só retornou na segunda-feira (3), quando o menor já tinha sido resgatado. A informação foi divulgada nesta quinta (6) pelo jornal “O Dia”.

Na Delegacia da Criança e Adolescente Vitima (Dcav), a mulher disse que havia pago R$ 50 a uma senhora para que tomasse conta do seu filho caçula. No entanto, a idosa negou ter ficado responsável pelo menino e disse ao delegado Marcello Braga, titular da Dcav, que informou à mãe que não poderia cuidar da criança porque tem uma neta de 5 anos e precisaria tomar conta dela.

A polícia foi informada pelo Disque 100 que o menino estava trancado na casa, que tem grades na janela. “Quando chegamos, chamamos um chaveiro, abrimos a porta e encontramos ele, que estava assustado, conversamos e acionamos o Conselho Tutelar. O pai dele foi encontrado e ele ficará com a guarda provisória da criança”, disse Braga.

Cleidiana se apresentou na delegacia na terça-feira (4) e disse ao delegado que achava comum deixar o filho em casa. Ela trabalhou como garçonete e o caçula ficava em casa sozinho às sextas, sábados e domingos das 22h às 3h.

Ela foi indiciada por abandono de incapaz, abandono de material e maus tratos. A pena pode chegar a até 8 anos de prisão. Cleidiana é ré primária. Ela tem 3 filhos, uma mora com a avó no Piauí e o outro, de 13 anos, ela levou para a casa da namorada.

O delegado ainda vai ouvir alguns vizinhos, além do menor, que conversará com o psicólogo da Dcav na segunda-feira (10) para relatar a conduta da mãe.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: