Bebê com 53 dias de vida é assassinado a chutes e socos em Afonso Cláudio; Pai é o principal suspeito

Roberly Pereira

Redação Folha Vitória
 
Afonso Cláudio – Um bebê prematuro, nascido em agosto, com menos de dois meses de vida, foi assassinado a chutes e socos na residência onde morava com a família na localidade de Arrependido, distante cinco quilômetros da cidade de Afonso Cláudio.
 
O corpo foi encontrado nesta quinta-feira (23) por uma equipe da 2ª Companhia Independente de Polícia Militar. O cadáver da criança foi enterrado dentro de uma caixa de papelão, em uma cova rasa em um cafezal e coberta de terra e folhas de cafeeiro.

O principal suspeito de assassinar o bebê Cauan Martins da Silva, conforme agentes da 2ª Companhia Independente de Polícia Militar, é o próprio pai da criança, Josimar Martins dos Santos, 23 anos. Quem o acusou foi a mulher dele, M.T.S., de apenas 14 anos.

Ela disse que levou uma surra do marido antes do parto do bebê assassinado interrompendo a gestação da criança, que não chegou aos sete meses. Segundo relato da PM, um telefonema anônimo ajudou a desvendar o assassinato de Cauan.

O denunciante afirmou que Josimar estava no Bairro São Vicente, no centro de Afonso Cláudio e era foragido da justiça. Uma equipe da Polícia Militar se deslocou para o bairro onde o casal estava morando há poucos dias, após ter-se mudado de Arrependido, e foi surpreendida pela mãe da criança.

Ela contou à PM que não suportava mais a situação imposta pelo marido que obrigou-a a segui-lo quando mudou de residência após ter praticado o crime e não contar o ocorrido para ninguém. Josimar, segundo a mulher, teria matado a criança há mais de uma semana e enterrou o pequeno cadáver no meio de um cultivo de café, encontrado em estado de decomposição.

No dia posterior ao crime, o casal teria se mudado para o Bairro São Vicente, onde o suspeito que nega ter praticado o crime foi preso. Segundo a PM, ele teria utilizado como caixão, uma pequena caixa de papelão para uso de calçados e colocou folhas de cafeeiro sobre a “sepultura” da criança.

Imediatamente, a PM prendeu o suspeito, que negou ter matado Cauan. Ele disse à PM que o bebê rolou na cama do casal e caiu no chão. No tombo, a criança teria fraturado uma perna e depois morreu. Ele não explicou à PM porque enterrou a criança.

O suspeito foi encaminhado pela PM à Polícia Civil de Afonso Cláudio onde deverá ser ouvido. Uma equipe de peritos da Polícia Civil de Vitória esteve no local e iria, ainda na manhã desta sexta-feira (24), transportar o corpo do bebê para o DML.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: