Barbárie!

Data do Ocorrido: 11/11/2012

Localização: Cuiabá (MT)

Data de Nascimento: 00/00/2008 (4 anos)

Data de Falecimento: 11/11/2012

Sexo: Masculino

Ryan Alves Camargo, de apenas 4 anos, foi levado até a ponte Júlio Muller e arremessado, sem roupa e com vida pelo ex- padrasto. O crime aconteceu na noite de 11/11/2012 em Cuiabá.

Na madrugada de domingo (11/11), Carlos Henrique Costa Carvalho, 25 anos, teria ido até a residência da ex à procura de Thassya, na tentativa de reatar o relacionamento, mas como a moça não estava em casa, teria discutido com a ex-sogra, Admárcia Mônica da Silva, de 44 anos, que não aceitava o namoro devido o temperamento agressivo e às ameaças que fazia à filha. Na discussão, esfaqueou a sogra e, em seguida ateou fogo no corpo dela e na casa. O filho de Thassya, o pequeno Ryan Alves Camargo, de 4 anos, foi levado até a ponte Júlio Muller e arremessado, sem roupa e com vida pelo ex- padrasto.

Testemunhas viram o crime e acionaram os policiais e o Corpo de Bombeiros. Em 1 hora de buscas, foi encontrado o corpo da criança. Thassya, entrou em estado de choque ao saber da morte do filho e da mãe. A ex-namorada está gravida de dois meses de Carlos.

Carlos foi preso em flagrante, já que as características apontadas por testemunhas batem com a fisionomia e a cor da camisa que Carlos vestia no momento do crime.  Ele foi levado para a Penitenciaria Central do Estado – antigo Pascoal Ramos.

Carlos Henrique Costa Carvalho por pouco não foi linchado dentro da Penitenciaria Central do Estado (antigo Pascoal Ramos), na noite de segunda-feira (12/11). Segundo informações de um funcionário do presídio, que preferiu não se identificar, os detentos estão revoltados com o crime cometido por Carlos e já juraram que pretendem matar o suspeito. Na noite de ontem, ele foi agredido com chutes e pontapés.

Carlos foi transferido para uma cela isolada. Entretanto, a assessoria do presídio não confirmou o fato ocorrido dentro da Penitenciaria. Ao ser preso, Carlos teria dito para a Polícia Militar que se arrependeu do que fez porém, em depoimento na Polícia Civil, preferiu se calar e dizer que só falará em juízo.

Segundo informações da Polícia Militar, o casal havia se separado na semana passada. A relação era conturbada e eles brigavam com frequência, já que Carlos não gostaria da sogra nem do enteado. Carlos também já teria agredido e ameaçado de morte a ex-namorada.

Thassya e o pai da criança, Lauro Camargo, organizaramm uma caminhada pedindo por Justiça, na terça-feira (13). Pela internet, Lauro convidou todos para participarem do ato que ocorreu às 18h, na Rua São Cristovão, no bairro Dom Aquino.

Por Sandra Domingues com informações do Repórter MT e Gazeta Digital

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: